terça-feira, 28 de novembro de 2017

Que será





ainda assim está presente
mais que nunca
descontente, fazendo-se estar mais ainda
quando se ignora

inventa algum estado de normalidade
para a tantos convencer que passou

muralha que se ergue
para poder romper os dias
e os sentidos que se perdem das coisas
mas que se desmorona na mínima dúvida
de que não passa de uma invenção de normalidade

sem pensar
é apenas preciso
preciso desviar
ser um outro que me sobreponha
ser um marionete
mover-me
seguir algum roteiro
um que me engane
que me dê tempos, ordens, gritos
que me canse
que me preserve do insustentável

que me derrube
e eu seja sono
que me dê noite
mesmo que ainda assim esteja presente
mesmo estando ausente

de algum jeito será alguma coisa
algo sem jeito
que será





segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Absurdo






basta viver como se espera
ser o que parece
e tudo sairá bem
como previsto
projetado

basta ser normal
em qualquer dos tipos
ser um tipo ideal
seguir a receita do sucesso

ter tudo que o mundo prepara
o sonho moldado
a casa, o carro, equipamentos...
enfim, o que completa

não saberia dizer, depois dessa coquista
o que mais iria se querer

para tudo isso, digo
nunca cometa o erro de ser você
não permita esse absurdo
pois o preço é muito caro
bem mais que a casa, o carro, o ouro

é caro demais, ao ponto de não ter mais preço
é uma assustadora imagem
inclassificável
plena

melhor não
hoje não
depois
muito depois
como se parecesse nunca

um dia, talvez
talvez tenha que encarar o mendigo
que se torna a alma
fingir não tê-lo visto nem ouvido

ou, quem sabe, talvez lhe dê uma migalha
para que ele fique agradecido feliz
como se recebesse o melhor dos presentes
e depois ir sumindo na rua
como alguém que nunca fará parte de sua vida...








sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Ao lado




que me tirem o que for
para restar cada vez menos
que me cerquem
cerrando todas as saídas e entradas

perder, ganhar...
o que será mais leve que despir?

quanto mais falta para me roubar?
para ser a privação uma constante
me ensinando a essência
me tornando um filósofo
ou estarei me vingando com a sabedoria
ou me pendurando nela

não importa
sigo serenamente
longe desse embate inútil
com uma medida melhor das coisas
e mais leve ainda
pois em mim segues no meu encantamento

não se pode tirar o que é parte de nós
apenas o que estiver fora
dentro tudo torna-se mais claro
mais encontrado

se maior for a privação
mais acenderá minha pele
serei resgatado

por mais que me afastem
a essa maior distância
em mim será ao lado






terça-feira, 8 de agosto de 2017

verso











O mundo é lá fora
aqui dentro, talvez
tudo o que não cabe no mundo

o tempo é agora
e esse contratempo
que sai do compasso do outrora

vida é senhora
ora porta, ora janela
é chave e segredo
coragem, espera ou medo









segunda-feira, 7 de agosto de 2017

indolor





vida, travessia
sempre um desejo atravessado
que torna o simples em inapropriado

o pensamento completamente difuso
é movimento parado
e o sentimento, um intruso

coração descuidado
se esquece da natureza das coisas
confronta o impossível com o que permanece

duro valor do silencio
frágil nobreza
armadura que sustenta um corpo esquecido

quisera fosse um bom aluno
da escola do mundo

quisera fosse apenas para aprender
assim, talvez, não seria tão incompreensível
atravessaria sem temer
entenderia sem doer

seria mais leve a noite
seria mais branda a solidão
teria menos sentido a canção







domingo, 6 de agosto de 2017

Quanto custa





quanto custa seu serviço?
seu contrato, seu produto
qual tabela tem seu ser,
sua força, sua vontade?

depende...
pode ser o valor agregado
pode ser cobrado com juros
com taxas por atraso no tempo
ser lucro ou défcit
descontado ou hora extra

pode ser negociado
com o peso e a medida
do que pensa
do que acredita

pode ser por consignação
por escambo
por jornada
por hora, período ou dia

pode ser descomplicado
por um prato de comida
por um favor amigo
por uma noite dormida

talvez apenas pagar a viagem
uma troca
nada mais

por honrar uma promessa
um acerto contra a vontade
por educação

mas pode custar um olhar
e ter a moeda da espera

pode custar a verdade
o silêncio
sua felicidade







sexta-feira, 4 de agosto de 2017

mais longe



terá mudado tanto assim?
o que eu não vi passar
e insiste em mim...

terá virado pra lá
perdido meu mapa
pagado outro caminho?

será que é mais longe agora?
será que é um só destino?

um dia talvez será possível ser mais verdadeiro
com a verdade
com a incerteza
diante de qualquer olhar ou qualquer presença

hoje só sei o que não ser
com essa sentença...